Esqueça, nenhuma citação revela tudo

© Martine Franck

Esqueça, nenhuma citação revela tudo

“Radiografia também é fotografia de interiores” — Alexandre Maia na onda das frases não tão úteis

foto por Martine Franck, retratando Henri Cartir-Bresson (fonte)

 

Muito provavelmente você já deparou-se com uma série de citações. Talvez até várias delas já tenham lhe aparecido juntas em alguma coletânea de aforismos — impressos ou exibidos entre os pixels de uma tela, não importa. São bonitas, dão um quadrinho legal, uma legenda bem curtida no Insta.

Como não poderia deixar de ser, existem as frases de fotógrafos ou sobre o mundo fotográfico. Todas elas, no entanto, sofrem do mesmo ‘defeito’: elas não resolvem todos seus problemas. Mesmo que você siga a ‘necessidade’ de um monte delas apenas talvez consiga dar aquele up nas fotos e na sua carreira em geral.

Mas por que exatamente isso ocorre? Por uma série de motivos:

Primeiro porque cada um tem sua área de atuação, e dificilmente uma frase de Ansel Adams vai lhe servir, por exemplo, para lhe inspirar num job em um evento corrido. Essa impertinência, ou inadequação, pode acontecer com frases de amadores ou profissionais tarimbados, e não é falha de seus autores, apenas uma falta de sincronia entre fotógrafos que naturalmente possuem especificidades distintas.

Segundo: cada um tem seu estilo — se você ainda não encontrou o seu, OK, todas frases podem de repente lhe servir. Afinal, como dz o Gato em Alice no País das Maravilhas: “Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve.” Se você já tem em mente um estilo próprio definido, uma frase que não ‘bata’ com seu jeito de fotografar pode tornar-se simplesmente inconveniente por levar-he a produzir imagens que não condizem com sua obra em geral (caso você queira manter o padrão).

Terceiro motivo: as frases enunciadas como atalhos não têm como substituir a prática, especialmente constante. Se você já aprendeu uma segunda língua e suas regras ainda pode esquecer um bom pedaço se não mantiver-se treinando. Em seu livro Criatividade S.A., Ed Catmull, um dos fundadores da Pixar, explica: “Repetir simplesmente as ideias não significa nada. É preciso agir — e pensar — de acordo com elas.” E para que se chegue a esse nível de absorção da ideia é preciso praticá-la.

Apesar disso tudo, pouco impede que você faça uso de algumas dessas frases e consiga extrair bons resultados. Se você tiver boas frases em mente — frases com significado real, é bom ressaltar — e se dedicar bem, pode minimizar os temidos ‘brancos’ na inspiração. Afinal, lembra Catmull, até os cientistas possuem seu método baseado em testes sucessivos das hipóteses que lhes ocorrem; e cada teste, mesmo falho, deixa alguma lição. Um dia você descobre aquela frase que lhe serve como uma luva. Ou vai criar a sua.